This is default featured slide 1 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 2 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 3 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 4 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 5 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 5 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 5 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

sexta-feira, 3 de maio de 2019

Homem deixa técnico pendurado no poste após corte de energia

De acordo com testemunhas, o homem alegou que estava em dia com os pagamentos e que, por este motivo, o técnico não deveria cortar sua luz

Agência O Globo
Revoltado ao ter seu fornecimento de energia elétrica interrompido, um cliente retirou a escada e deixou pendurado no poste o técnico que executou o serviço. O caso ocorreu na última segunda-feira no Pará, na cidade de Barcarena, que fica a 114 quilômetros da capital Belém.

De acordo com testemunhas, o homem alegou que estava em dia com os pagamentos e que, por este motivo, o técnico não deveria cortar sua luz. Diante da insistência do técnico, ele teria, então, removido a escada. Uma imagem mostra o funcionário das Centrais Elétricas do Pará (Celpa) pendurado no alto do poste.
Foto: reprodução
Nas redes sociais, moradores da região comentaram o episódio. Uns criticaram o atendimento dos técnicos da empresa, enquanto outros reprovaram a atitude do cliente por considerar que o funcionário estava apenas cumprindo ordens. De acordo com uma vizinha, o rapaz teria ameaçado o técnico com um facão.

"Sou vizinha, vi quando ele jogou a escada e ficou xingando os rapazes da Celpa. Um deles correu aqui para dentro da loja, pois o consumidor estava com um facão", relatou uma mulher.

De acordo com um amigo do cliente, ele teria sido enganado pelo técnico. Ao argumentar que estava com os boletos em dia, o funcionário pediu que ele buscasse os papéis para comprovar o pagamento, e o cliente teria atendido. Ao retornar, porém, o técnico já teria interrompido a energia, gerando toda a confusão.

"A história é outra. Lógico que isso não justifica a agressão, mas não houve bom senso por parte do prestador de serviços. Isso só serve para provar que o cinto de segurança que ele usava funciona muito bem", opinou.

Um terceiro deu razão ao rapaz, dizendo que ele mesmo já tinha feito algo parecido com técnicos da Celpa — e por mais de uma vez.


"Nós consumidores e pais de família às vezes perdemos sim a cabeça com esses funcionários arrogantes da rede Celpa. Eu mesmo já joguei um com a escada e tudo duas vezes quando ele subiu no poste. Eu sei muito bem o que poderia ter acontecido com ele. Porém, eu fui destratado e insultado pelo amigo dele e, mesmo provando que eu estava em dia com os pagamentos, ele disse que tinha uma ordem de corte e não me deixou nem ligar para a Celpa e para pedir explicações. Mas, graças a Deus, foi só um susto e duas quedas, nada mais", contou um homem.

Em nota, a Celpa afirmou que "repudia todo e qualquer ato de violência, assim como ações que venham a colocar em risco a vida de pessoas que estão atuando na prestação de serviços". A concessionária informou que acompanha a apuração do caso junto às autoridades e que "tomará as medidas legalmente cabíveis para coibir práticas desta natureza".

links indicados

Destaques da semana

Recomendamos