This is default featured slide 1 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 2 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 3 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 4 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 5 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

terça-feira, 26 de março de 2019

Se passando por morador de rua, falso mendigo consegue até R$3 mil por dia

Neil possui uma casa bem estruturada com dois quartos e apenas finge que mora na rua

Redação iBahia
Através de um documentário do Reino Unido, foi descoberto um mendigo "fake" que ganha até R$3 mil por dia ao se fingir de morador de rua. Intitulado "60 dias nas ruas", o doc mostra como Neil consegue ganhar dinheiro ao explorar principalmente turistas em alguns pontos estratégicos de Londres.
O falso mendigo possui uma casa bem estruturada com dois quartos e apenas finge que mora na rua.
"Eu divido meu lugar com um morador de rua real, o que eu não sou. Eu tenho uma casa com dois quartos", explicou.
Foto: Reprodução
Ainda nas gravações, ele mostrou como conseguir cerca de R$150 em esmolas em apenas 30 minutos, além de revelar problemas com álcool e drogas, para onde vai a maior parte do dinheiro ganho.

Apesar de tudo, no fim do dia ele não se vangloria pelos atos: "Eu me sinto um pouco mal, por pedir dinheiro e não morar na rua de verdade". Já pensou se a moda pega?

Acompanhe-nos

Destaques da semana

Veja também