Veja mais:

Vídeo: Deputada se desespera ao saber do homicídio da filha em sessão do Congresso

País já ultrapassou a marca de 22 mil homicídios só este ano Agência O Globo A epidemia de homicídios que atinge o México deve...

País já ultrapassou a marca de 22 mil homicídios só este ano




Agência O Globo
A epidemia de homicídios que atinge o México deve fazer de 2018 o ano com mais homicídios na História do país. Nesta quinta-feira, mais uma lembrança atroz se juntou à memória coletiva da dor. A Câmara dos Deputados suspendeu sua sessão minutos depois que a parlamentar Carmen Medel soube por telefone do assassinato de sua filha, Valeria Cruz Medel, de 22 anos, em Ciudad Mendoza, no estado de Veracruz.

Alguns jornais locais informaram que um homem armado entrou em um ginásio na tarde de ontem e abriu fogo contra Valeria Cruz. O ataque teria acontecido a poucos metros da sede do governo municipal.

O corpo da menina de 22 anos, originalmente de Coatzacoalcos e estudante de medicina da Universidade Veracruzana, tombou entre os pesos e equipamentos de treino. Veracruz já superou a marca de mil homicídios neste ano.

Depois de receber o telefonema, a deputada Medel, do Movimento Nacional de Regeneração (Morena), partido do presidente eleito Miguel López Obrador, sofreu um colapso nervoso. Começou a gritar de desespero e e bateu nos assentos vizinhos, o que levou o presidente da Câmara a pedir um recesso e a solicitar a atenção dos serviços de emergência.

A interrupção se tornou um episódio viral que permitiu a muitos mexicanos presenciarem a tragédia que dezenas de cidadãos anônimos vivem em um país que já ultrapassou os 22 mil homicídios neste ano.

Porfírio Muñoz Ledo, presidente da Câmara dos Deputados, encerrou a sessão minutos depois.
— Não posso deixar passar este momento sem sublinhar o estado grave da nação, a vulnerabilidade das famílias e, acima de tudo, a impunidade. Que neste caso não aconteça — disse ele.

O trabalho legislativo será retomado na terça-feira, 13 de novembro.

O episódio resultou em um momento de solidariedade entre as diferentes forças políticas, que tiveram semanas de amargura e polarização desde o início de setembro, quando o partido Morena passou a formar a maioria do Congresso e houve um deslocamento para a oposição de forças como o PRI e o PAN. Os deputados presentes foram ao púlpito em um ato de repúdio ao crime.

Pablo Gómez, um dos deputados mais destacados do Morena, estava encarregado de falar em nome de todos os deputados.

— Valeria foi uma vítima hoje do estado de violência em que mexicanos e mexicanas vivem ... Estamos todos sujeitos a esta crise de violência. Todos juntos, como Legislativo, devemos responder, devemos pacificar o México — afirmou.

A tragédia afetou a família da deputada Medel no momento em que o presidente eleito, Andrés Manuel López Obrador, refina os detalhes de seu plano de segurança, que será divulgado na quarta-feira, 14 de novembro. Essa proposta será o primeiro passo do novo governo para acabar com um fenômeno que nesta semana entrou furtivamente no Congresso mexicano para tirar mais uma vida.

Related

Mundo 1607608419572020447

Mais lidas

Links indicados

CURTA NOSSA PÁGINA

Seguir por Email

Confira

Sobral tec

SOBRAL NET

SOBRAL NET

R DIAS

R DIAS

pizza na pedra o mario

Elite Educação

ótica do trabalhador

Máquina de Cartão de Crédito

item
http://go.oclasrv.com/afu.php?zoneid=2028681 http://go.onclasrv.com/afu.php?zoneid=1786153