Veja mais:

'Segundo Sol': Karola discute com Laureta sobre prostituição

Vilã tenta negar, mas percebe que a ex-comparsa está bem por dentro de seu passado Agência O Globo É chegada a hora do confronto entr...

Vilã tenta negar, mas percebe que a ex-comparsa está bem por dentro de seu passado

Agência O Globo
É chegada a hora do confronto entre Laureta (Adriana Esteves) e Karola (Deborah Secco), em "Segundo sol". A cafetina fica surpresa ao ver que a então melhor amiga sabe que é, na verdade, sua filha. A vilã tenta negar, mas percebe que a ex-comparsa está bem por dentro de seu passado. "Papai Severo Athayde me deu seu paradeiro. 
O pior de tudo é isso, eu sou sua filha. Parece uma comédia, mas é uma tragédia, mamãezinha. Como é que você teve coragem? Você é muito pior do que eu imaginava, muito pior, você me fez passar a vida pensando que eu fui abandonada por uma família pobre num convento, uma enjeitada. Em nenhum momento pensou em mim, em como isso ia me marcar, em meu sofrimento, meu desamparo", esbraveja Karola.
Laureta tenta amenizar sua culpa, dizendo que a tirou de lá. A ex-de Beto (Emilio Dantas) acha graça. "Me levou pra sua casa como se tivesse me fazendo um grande favor, me prostituiu, fez de sua própria filha uma quenga. Como você foi capaz disso? Não é possível que corra algum sangue aí nessas suas veias, que tenha um coração dentro de você", acusa a filha da cafetina.
A malvada chama Karola de filha e pede para explicar, mas ela não deixa. "Você me botou pra trabalhar como prostituta sabendo que eu era filha de um dos homens mais ricos da Bahia. Eu podia ter tido irmãos, morar numa bela mansão. Só me tirou daquele convento porque eu passei a ser um bom negócio pra você, já mocinha. Como é que você dizia? A menina mais linda da Bahia? Além de ganhar dinheiro comigo rodando bolsinha, você ainda arrancava dinheiro e favores daquele velho nojento", brada Karola, que vai colocar uma canivete no pescoço da mãe.
Tensa, Laureta, então, conta sua história. "Eu era inconsequente, não tinha escolhido ser mãe, aconteceu, eu fui praticamente estuprada por Severo! Severo queria que eu tirasse, mas não tive coragem, a saída foi te levar pro mesmo convento onde fui educada. Eu passei pela mesma coisa que você, com aquelas mesmas freiras depois que meu pai foi preso pelos militares e minha mãe enlouqueceu", diz a malvada.
Mas, claro, a ex-comparsa da cafetina não alivia a barra dela. "Porque era de seu interesse também. Além de tudo que você fez com minha vida, você fez de mim seu negócio mais lucrativo, sempre me chantageando pra arrancar mais um trocado de mim quando podia, sua vampira sanguessuga dos infernos", rebate. Ainda com a arma apontada para a mãe, Karola desiste de feri-la e avisa: "Não tá nos meus planos me sujar com o seu sangue, não. Vou fazer melhor, vou entregar seu paradeiro pra polícia, você vai em cana. Aproveita aí seus últimos momentos antes de ver o sol nascer quadrado, mamãe, que a polícia vem aí".

Related

Novelas 5977377582358727543

Mais lidas

Links indicados

CURTA NOSSA PÁGINA

Seguir por Email

Confira

Sobral tec

SOBRAL NET

SOBRAL NET

R DIAS

R DIAS

pizza na pedra o mario

Elite Educação

ótica do trabalhador

Máquina de Cartão de Crédito

item
http://go.oclasrv.com/afu.php?zoneid=2028681 http://go.onclasrv.com/afu.php?zoneid=1786153