Mãe de PM morre durante assalto no Conjunto Ceará

Vítima era pastora e participava de uma reunião religiosa na calçada quando foi atingida. A companhe-nos  no   Twitter   e  Facebook ...

Vítima era pastora e participava de uma reunião religiosa na calçada quando foi atingida.

Acompanhe-nos no Twitter Facebook

Suspeitos se passaram por motoristas de aplicativo antes de anunciarem o assaltoFoto: Leábem Monteiro

Uma pastora evangélica e mãe de um policial militar foi morta ao ser atingida por um tiro no fim da noite de quarta-feira (21), no Conjunto Ceará, em Fortaleza. 

No momento da ocorrência, o filho da vítima não estava em casa pois tinha saído para trabalhar.

A vítima, identificada como Vera Maria Falcão de Andrade, de 52 anos, participava de uma reunião religiosa com membros de uma igreja na calçada da rua 924, na 4ª Etapa do Conjunto Ceará, quando dois suspeitos chegaram em um veículo Corsa Classic de cor branca e um deles se identificou como sendo motorista de aplicativo, mas logo em seguida anunciou o assalto.

Um policial militar à paisana que estava na reunião reagiu e trocou tiros com os suspeitos. O PM não tem nenhum grau de parentesco com a vítima. 

A pastora foi atingida por um tiro disparado por um dos suspeitos. Ela chegou a ser socorrida para o Hospital Nossa Senhora da Conceição, mas não resistiu aos ferimentos. 

Familiares relataram à nossa reportagem que a pastora Vera Maria morava em Goiânia e vinha com frequência a Fortaleza. Há dois meses ela estava na casa do filho, na capital cearense.

De acordo com a Secretária de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o maior, identificado como Leandro Marcos Marinho (21), e o menor de 17 anos de idade, foram detidos após roubar um carro, sequestrar o motorista e cometer o latrocínio de Vera Maria. Um revólver calibre 38 com cinco munições deflagradas foi apreendido com a dupla.

Os dois foram conduzidos para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), onde foram autuados – o maior por roubo majorado, latrocínio, tentativa de homicídio, porte ilegal de arma de fogo, sequestro e cárcere privado; e o menor por atos infracionais análogos aos mesmos crimes. Leandro ainda foi autuado por corrupção de menor. 

Em nota, a SSPDS afirmou que a Polícia Civil, por meio do 12º Distrito Policial, deve continuar as investigações com o intuito de prender outras duas pessoas que participaram das ações criminosas.

Fonte: DN

Related

Ceará 1727615044190127692

Mais lidas

CURTA NOSSA PÁGINA

SIGA-NOS

Seguir por Email

Sobral tec

Instituto formar

SOBRAL NET

SOBRAL NET

R DIAS

R DIAS

pizza na pedra o mario

ótica do trabalhador

Elite Educação

item
http://go.oclasrv.com/afu.php?zoneid=2028681