Ibogaína: conheça a substância que Leo Dias usará em tratamento contra drogas

Jornalista decidiu se tratar após levar um 'choque' de Silvio Santos Redação iBahia O jornalista Leo Dias finalizou o &#...

Jornalista decidiu se tratar após levar um 'choque' de Silvio Santos

Redação iBahia
O jornalista Leo Dias finalizou o 'Fofocalizando', do SBT, desta sexta-feira (14) aos prantos. O colunista do jornal 'O Dia' vai se internar em uma clínica no interior de São Paulo para iniciar um tratamento contra o vício de cocaína. Em entrevista ao 'Notícias da TV', do Uol, Leo revelou que o tratamento é baseado na bogaína, uma substância psicodélica que causa alucinações fortíssimas e pode até matar, mas tem alta eficiência no combate à dependência de cocaína, crack, álcool e maconha.

A terapia é conhecida como uma forma 'revolucionária', já que a ibogaína é um princípio ativo da iboga, raiz cultivada na África Central que estimula a produção de hormônio que promove a regeneração do tecido nervoso e estimula a criação de conexões neuronais. Isso é o que leva à produção de serotonina e dopamina, o que faz desaparecer o vício pela droga. Geralmente, é usada para tratamento de depressão, picada de cobra, impotência e até Aids.
De acordo com informações da publicação, a substância tem o poder de causar até 12h de alucinações, a sonhar de olhos abertos e identificar fatores que podem tê-lo tornado dependente químico, mas pode levar a morte. "Já me senti tantas vezes à beira da morte. Vai ser mais uma. Na verdade, estou cagando de medo. Não de morrer, mas de meu cérebro. Minha grande virtude é meu cérebro, sou um jornalista muito rápido. Morro de medo de sair zoado", disse o colunista, revelando que há registro de 20 mortes no mundo e uma no Brasil.
Para o tratamento, ele vai precisar desembolsar R$ 8.500 na primeira semana, mas pode ser necessário uma segunda internação daqui a alguns meses - ele vai ficar em uma clínica, cercado por médicos. Leo contou ainda que a ibogaína foi veio importada legalmente, com autorização do Ministério da Saúde.  
À publicação, o jornalista, que começou a usar cocaína em 2001, quando morou na Austrália, explicou que tomou a atitude de fazer o tratamento após levar um 'choque'. "Chegou aos meus ouvidos que alguns diretores do SBT cogitaram me demitir, mas Silvio Santos não deixou. Ele disse: 'Não vou demitir o rapaz. Primeiro porque ele é bom. Segundo porque ele está doente. Fui poupado da demissão porque Silvio Santos tem ciência de que estou doente. Isso me deu um choque", revelou ele, que aumentou o problema de saúde após trocar a RedeTV! pelo SBT e começar a escrever a biografia de Anitta: "eu vi minha vida mudar muito nos últimos dois anos. Virei alvo, foco, vidraça. Todos os meus problemas ficaram à mostra, além das minhas faltas".

Related

Saúde 2613233993425880876

As mais lidas da semana

links indicados

CURTA NOSSA PÁGINA

Seguir por Email

Máquina de Cartão de Crédito

SOBRAL NET

ponto do consorcio

Brenda's Estética

R DIAS

pizza na pedra o mario

Elite Educação

junior suplementos e academa

.

item
http://go.oclasrv.com/afu.php?zoneid=2028681 http://go.onclasrv.com/afu.php?zoneid=1786153