Kéfera responde a crítica de Samara Felippo sobre transição capilar e racismo

Kéfera também contestou Samara Felippo no ponto em que a atriz disse que seu cabelo não é cacheado Agência O Globo Kéfera respondeu...

Kéfera também contestou Samara Felippo no ponto em que a atriz disse que seu cabelo não é cacheado

Agência O Globo
Kéfera respondeu às críticas de Samara Felippo que, na última segunda-feira (4), discordou de seu posicionamento sobre a transição capilar. A atriz argumentou que a youtuber não falou sobre o racismo atrelado ao processo. A influenciadora digital, então, respondeu a Samara no fim da noite da última segunda (4).
Foto: Divulgação
"Hoje vi os stories da Samara Felippo falando sobre o que eu não falo no vídeo sobre transição capilar e vi um vídeo das meninas do Papo de Preta que também falavam sobre o que eu não falei (...) Eu já falei com as meninas do Papo de Preta e chamei elas para gravar um vídeo comigo porque no vídeo sobre transição eu não falo que a grande base do preconceito com o cabelo cacheado e crespo é o racismo. Por que eu não falo? Eu acho que eu seria muito hipócrita, como branca, tendo os privilégios que a gente sabe que o branco tem, estando dentro do padrão, começar a erguer a bandeira do racismo, que é uma coisa que eu não sofro", disse Kéfera.
A youtuber continuou o vídeo explicando que chamou blogueiras negras para comentarem sobre o assunto:
"Chamei as meninas do Papo de Preta que são duas meninas negras para, daí sim, falarmos sobre racismo. Eu não sofro racismo, como é que eu vou me apropriar de um discurso que não é meu e tirar o destaque de quem realmente sofre, as blogueiras negras? Eu e as meninas estamos combinando de gravar. A gente só precisa definir onde. Aí tem uma grande polêmica, de que até a Samara Felippo falou, que meu cabelo não é cacheado."
Kéfera também contestou Samara Felippo no ponto em que a atriz disse que seu cabelo não é cacheado:
"Aí tem uma grande polêmica (...) Samara Felippo falou que meu cabelo não é cacheado. Existem tipos de cachos: 2a, 2b, 2c. Aí vai para os crespos: 4a, 4b, 4c. Obviamente meu cabelo não é crespo, mas fica ali entre um 2c e um 3a (...)".
A youtuber continuou a falar sobre o racismo:
"Eu sou contra o racismo. Eu como branca não vou me apropriar de um discurso que não é meu. Eu não sofro racismo. Obviamente, eu repudio o racismo. Não tinha que existir. Mas é fácil eu como branca falar 'o racismo não tinha que existir', entende? O que eu, como branca, puder fazer para ajudar, eu vou fazer. Só que seria muita hipocrisia da minha parte se eu como branca começasse a falar super sobre racismo. Não que n]ao seja um assunto que não tem que ser falado. Isso tem que ser falado principalmente pelas negras. A gente tem que dar apoio a essas mulheres. Eu não posso me apropriar de um discurso que não é meu. Por isso pedi ajuda a vocês (seguidores) para me indicarem blogueiras e youtubers que nãao estão dentro do padrão para elas terem o destaque que têm que ter. Meu lugar de fala é diferente do de uma mulher negra. Isso não me pertence. Eu não posso falar sobre isso".
Kéfera finalizou o vídeo negando que a discussão seja um assunto chato: "O pessoal não está chato. O pessoal tem que ser ouvido. Chato é o pessoal que acha que eles não têm que ter lugar de fala".
A influenciadora digital pediu compreensão e sororidade entre as mulheres e terminou com mais uma mensagem a Samara Felippo:
"A partir do momento que você entende que transição é liberdade, meu anjo, está feito. Não tem isso de "o cabelo dela é mais ou menos cacheado". Não vamos brigar por causa disso, pelo amor de Deus (...) A única coisa que eu não achei muito legal foi a Samara Felippo ter falado que meu cabelo não é cacheado. 'Ô minha anja, isso aqui é o quê?'"
Foto: Reprodução/Instagram
Veja a crítica de Samara Felippo, publicada pela atriz no Instagram na última segunda-feira (4):
"Passei o dia inteiro louca para conseguir fazer esses stories (...) Depois que eu comecei a falar sobre isso muitas histórias chegam para mim em relação a esse assunto, a essa bandeira que eu levanto dessa aceitação em relação aos cabelos crespos. E vi que existia um abismo na minha frente em relação ao abismo que eu pouco conhecia", disse a atriz, que é mãe de duas meninas negras com cabelo crespo e cacheado.
Samara Felippo continuou: "Eu não acho que a Kéfera está errada. De jeito algum. Eu não estou aqui para atacar a Kéfera. Eu acho ela uma influenciadora, tem muitos seguidores e acho que ela deveria usar isso. Na minha humilde opinião, ela - com milhões de seguidores e grande influenciadora - precisa usar essas redes de forma mais relevante, mais importante socialmente possível".
Com base no que passam suas filhas, Alicia, de 8 anos, e Lara, de 5, Samara argumentou:
"A Kéfera fala sobre o que ela passou com o cabelo rebelde e bagunçado na escola, o bullying que ela sofreu. Mas o que ela não fala é o porquê que esse cabelo bagunçado é tão rejeitado. Por que que quando ela começou a postar os vídeos com o cabelo natural dela, ela foi tão criticada? Porque existe no nosso país o racismo estrutural, gravíssimo, fortíssimo. Então o cabelo liso é o cabelo bonito, é o cabelo padrão (...) Então eu só estou aqui para dizer que ela podia - podia não, ela pode! - ir nisso mais profundamente. Tem muita youtuber negra que fala sobre isso com propriedade, do que ela já passou. Para encerrar, a Kéfera não tem cabelo cacheado. A Kéfera tem o cabelo ondulado e fazia progressiva".

Related

Entretenimentos 4937048095835746832

Mais lidas

CURTA NOSSA PÁGINA

SIGA-NOS

Seguir por Email

Sobral tec

Instituto formar

SOBRAL NET

SOBRAL NET

R DIAS

R DIAS

pizza na pedra o mario

ótica do trabalhador

Elite Educação

item
http://go.oclasrv.com/afu.php?zoneid=2028681